12/07/2016

Ananda – Afinal, de quem se trata? 「阿難」とは誰のことか



Texto: Rev. Futoshi Takehashi (Pesquisador do Instituto de Estudos Budistas)
Tradução: Rev.ª Sayuri Tyō Jun

Após o falecimento do Buda Shakyamuni, o Sangha foi sucedido por seus discípulos, o Venerável Mahakasyapa (jap.: 大迦葉 Daikashô) e Ananda (jap.: 阿難 Anan). Foi Ananda quem memorizou as palavras de Shakyamuni, declamando-as para a Assembléia de monges, iniciando com as seguintes palavras: “Assim eu ouvi”.

Ananda era primo do Buda Shakyamuni e irmão de Devadatta (jap.: 提婆達多 Daibadatta), de acordo com os registros, ora Ananda é citado como irmão mais velho, ora como irmão mais novo de Devadatta. Tradicionalmente diz-se que Ananda nasceu quando Shakyamuni tinha 35 anos de idade e atingiu sua Iluminação, e foi por isso que recebeu o nome de Ananda que significa alegria, regozijo (jap.: 歓喜 Kangi).

Após sua Iluminação, quando Shakyamuni retornou para sua primeira pregação na sua terra natal Kapilavastu, muitos de seus parentes tornaram-se discípulos. Parece que Ananda foi um deles. Se foi nesta época que Ananda tornou-se discípulo do Buda, pensa-se que ele deva ter nascido um pouco antes do que nos conta a tradição. Mas desde o início, Ananda tornou-se o discípulo que serviu o Buda o tempo todo, sem afastar-se em hipótese nenhuma (常随昵近 Jôzuijikkin, aquele que se dedica a servir em tempo integral). Como o Buda Shakyamuni faleceu aos 80 anos de idade, significa que Ananda serviu-o por mais de 40 anos.

Se Ananda foi quem recitou os Sutras para que estes fossem reunidos pelos monges, podemos imaginar que por ele ter ouvido uma enorme quantidade de pregações do Buda, Ananda deveria possuir um vasto conhecimento sobre o Dharma. Porém, à medida que tomamos mais conhecimento dos Sutras remanescentes, percebemos que Ananda não é ilustrado desta maneira. O Buda Shakyamuni em sua última viagem, adoeceu em Pava (1) mas conseguiu recuperar-se. E o Buda, voltando-se para Ananda que tranquilizou-se com sua rápida recuperação, diz-lhe:

 “Ó Ananda, o que os monges do Sangha esperam de mim? Eu prego o Dharma sem fazer distinção entre o interno e o externo (2). Ó Ananda no meu Dharma não há ensinamentos ocultos (3). (...)
Além do mais Ananda, neste mundo seja você mesmo a Luz, seja você mesmo o refúgio, não faça dos outros seu refúgio, faça do Dharma sua Luz, faça do Dharma seu refúgio, não faça de outra coisa, o refúgio”. (Maha-parinibbana Sutta – páli) (4)

“Não tenho mais nada para ensinar. Caminhe por si só”. Assim disse o Buda para Ananda.

Mesmo estando sempre próximo, não é por isso que Ananda não tenha deixado de ouvir algo ou perdido alguma coisa de vista. Por depender e confiar totalmente no Buda Shakyamuni, Ananda deixara de pensar por si mesmo. Porém, “confiar” é um sentimento que surge a partir dos próprios julgamentos, como quando avaliamos: “Aquela pessoa é maravilhosa”, na verdade essa é uma atuação do nosso próprio pensamento. Ananda carregava em si o problema de acreditar que o Buda Shakyamuni era especial, imprescindível.

Afinal, de quem se trata Ananda? Nós também vivemos dizendo que o Mestre Shinran é nosso Mestre Patriarca, mas será que neste ponto não nos encontramos na mesma situação de Ananda? Quando enxergamos essa questão, vemos que surge pela primeira vez o significado verdadeiro da palavra ‘Mestre’. Não seria essa a essência da expressão: “Assim eu ouvi”?

Revista “Tomoshibi” edição junho/2007

Notas da tradutora:
(1) Atualmente Fazilnagar.
(2) Ensinamentos esotéricos e exotéricos.
(3) 師拳 Shiken: Ensinamentos secretos que somente o Mestre possui e não explana, escreve-se com os Kanji 'Mestre' e 'punho', fazendo alusão a um segredo misterioso, retido dentro de um punho fechado.
(4) Digha Nikaya 16, Mahaparinibbana Sutta - O Grande Discurso do Parinibbana.

Ananda e o Parinirvana do Buda Shakyamuni


「阿難」とは誰のことか

(竹橋 太 教学研究所所員)

お釈迦さまがなくなってから、教団は長老のと阿難などによって受け継がれたようです。お釈迦さまの言葉を記憶して、それを「如是我聞」と語りはじめたのが、その阿難です。

阿難は釈尊のいとこで提婆達多の兄弟です。記録によって兄とも弟とも言われています。伝説では釈尊三十五歳の成道(おさとりをひらかれたこと)のときに生まれたので、それを喜びとしてアーナンダ=歓喜という名前がつけられたとも言われています。

お釈迦さまが成道後、生まれ故郷のカピラヴァストゥにはじめて説法に行かれたときに、一族の者がたくさん弟子になったようです。阿難もそのひとりのようで す。その時に弟子になったとすれば、阿難はもう少し早くに生まれていたと思います。しかしその時から阿難は常随昵近(じょうずいじっきん=常におそばにつ かえること)の弟子としてお釈迦さまと離れることはありませんでした。お釈迦さまがなくなったのは八十歳のことですから、阿難は四十数年の間おつかえした ことになります。

また経典を暗誦したのが阿難であるならば、たくさんの説法を聞いて、よく仏法を理解していたと考えられます。ところが、今残されている経 典を見る限り、阿難はそのように描かれてはいないのです。
釈尊が最後の旅でペールヴァ村で病に倒れますが、いったんは回復します。それに安心した阿難に向かって、こう言われました。

阿難よ、比丘たちはわたしに何を期待するのだ。私は内外の隔てなしに法を説いた。阿難 よ、如来(わたし)の法には、師拳(しけん師だけが特別に持っている秘密の真理)はない。――中略――それ故に、アーナンダよ、この世で自らを燈とし、 自らを依り所として、他人を依り所とせず、法を燈とし、法を依り所として、他のものを依り所とせずにあれ。(パーリ『大般涅槃経』)。
何ももう教えることはないのだ、ひとりで歩め、こうお釈迦さまは阿難に言われるのです。

そばにいるから聞こえないことや、見えないことがあるのかもしれません。阿難は、どうしてもお釈迦さまに頼ってしまって、自ら考えることを止めてしまって います。しかし「頼る」ということは、「あの人は素晴らしい」という自分の評価によっておこるものです。それは実は自分の思いです。お釈迦さまを特別なも のとしている自分自身を信じている、そういう問題が阿難にはあるのです。
阿難とはいったい誰のことなのでしょうか。私たちも親鸞聖人を宗祖と言っていますが、そこに同じ問題はないでしょうか。そのことが見えてきたとき、はじめて師が言葉として、「如是我聞」の内容として私の中に生まれるのではないでしょうか。

(『ともしび』20076月号掲載)
Mahakashapa e Ananda

阿難尊者